Azeite de Moura

Azeite de Moura DOP

Maior produtor de Azeite DOP de Portugal
O concelho de Moura, no distrito de Beja, está situado no sudeste da Região Alentejo de Portugal, sub-região Baixo Alentejo.

O grande destaque em Moura, além de ser o primeiro produtor de azeite de oliva do Alentejo e de Portugal, é a produção de bons vinhos.


Guia de Portugal
O famoso Azeite de Moura DOP (Distrito de Beja), no Baixo Alentejo © /CAMB Ilustração



Tudo começou em 1954

Hoje, uma história de sucesso, cujo início se deu no município (concelho) de Moura no ano de 1954. Ano da fundação da CAMB - Cooperativa Agrícola Moura Barrancos por um grupo de 45 agricultores da região e com um pequeno lagar. Sessenta e seta anos depois, de 45, os cooperados passaram a 1200, e o pequeno lagar foi sucedido por outros até chegar ao maior e mais moderno de Portugal, com capacidade para prensar quase um milhão de toneladas de azeitonas por dia!


DOP Azeite de Moura

O excelente azeite produzido em Moura - o Azeite de Moura - é um dos melhores de Portugal, ao qual é atribuída a DOP Azeite de Moura, Denominação de Origem Protegida, uma das 6 DOP atribuídas aos azeites portugueses. A Cooperativa Agrícola de Moura Barrancos agrupa a produção de 1200 cooperados produtores de azeite oriundo da região.

O Azeite de Moura DOP, comercializado nos formatos 500 ml, 750 ml e 5 litros, é a mais antiga e famosa das DOP de Azeites de Portugal.


Jóia da Coroa

"Extraído de azeitona Cordovil de Serpa, complementada com Galega, e com um toque de Verdeal Alentejana, produzida na Margem Esquerda do Guadiana, o Azeite de Moura tem personalidade, que advém do equilíbrio entre as sensações fortes que oferece a quem o degusta. Notas de verde folha, lembrando a planta de tomateiro, conjugadas com um toque subtil de maçã e com notas de amêndoa e frutos secos, enquadradas por sensações discretas de amargo e picante, conferem a este Azeite um perfil complexo e harmonioso, exclusivo e diferenciado" (CAMB).

"O Azeite de Moura DOP é a jóia da coroa da Cooperativa Agrícola de Moura e Barrancos, e é, por mérito próprio, uma das mais valiosas peças do património oleícola nacional" (idem).


Muitas vezes Premiado

O Azeite de Moura DOP foi muitas vezes premiado em Portugal e em diversos países do mundo, tendo merecido várias recompensas e distinções como medalhas de ouro, de prata e de bronze. Em 2020, a título de exemplo, recebeu os seguintes prêmios:

• Sabor do Ano 2020 – Azeite de Moura DOP

• Feira Nacional de Olivicultura - Medalha de Ouro - Azeite de Moura DOP

• Los Angeles International Extra Virgin Olive Oil Competition - Medalha de Prata - Packaging Design – Azeite de Moura DOP

• Olive Japan – Medalha de Prata –Azeite de Moura DOP

• Concurso Nacional de Azeites de Portugal - Medalha de Ouro – Azeite de Moura DOP

• Concurso Nacional de Azeites de Portugal - Medalha de Prata – Azeite de Moura DOP

• Olive Japan – Medalha de Prata – Cooperativa Moura e Barrancos Seleção

• EVOOLEUM - Medalha de Bronze – Best Retail Design - Cooperativa Moura e Barrancos Seleção



Maior produtor de Azeite de Portugal

O concelho (município) de Moura (469 produtores, 14.701 ha, 1.753.600 litros produzidos) é o principal produtor de Portugal, seguido de Trás-os-Montes, o segundo em tudo: 419 produtores, 3.586 ha, 684.498 litros produzidos.


Alentejo produz 70% do azeite em Portugal

Em Portugal, os olivais ocupam uma área de 340.000 ha, sendo a quarta maior da União Europeia. Sozinho, o Alentejo produz 70% do azeite português, à frente do Norte e do Centro. No Alentejo, os olivais ocupam 9% das terras agrícolas. Entretanto, no plano nacional, 50% dos olivais portugueses se encontram no Alentejo, 20% no Norte e 18% no Centro do país.