Receitas

Cozinha do Minho

Na terra do Vinho Verde, o bacalhau, como em todo lugar, é sempre dos produtos e dos pratos preferidos. Mas as papas de sarrabulho, os rojões e outros deliciosos pratos enriquecem a cozinha minhota e o cardápio dos restaurantes desta boa e hospitaleira terra.

Guia do Minho
Pataniscas de Bacalhau; ilustração © Sapo


Pataniscas de Bacalhau

Ingredientes

350g de bacalhau / 1 cebola / 3 ovos / 250g de farinha / 0,5 dl de água / 1 ramo de salsa / sal, azeite e pimenta q.b.

Preparação

"Deite, num alguidar, a farinha e os ovos e bata, acrescentando a água a pouco e pouco para não criar grumos. Depois de bater muito bem, junte o bacalhau, previamente demolhado, limpo de pele e de espinhas e desfiado. Adicione a cebola e a salsa picadinhas e tempere com sal e pimenta. Aqueça numa frigideira o azeite e, com uma colher grande, deite a massa. Frite de um lado e do outro e retire".
Fonte: site Porto e Norte.

Pudim de Laranja

Ingredientes
400g de açúcar / 8 ovos / uma chávena (de chá) de sumo de laranja de Amares.

Preparação
Bata os ovos inteiros, junte o açúcar e continue a bater um pouco. Junte o sumo de laranja e mexa bem. Coza em banho-maria numa forma previamente caramelizada. Fonte: site Porto e Norte.


Arroz de Sarrabulho

O arroz de sarrabulho é cozido com o caldo do cozimento de várias carnes (porco, vaca, galinha e chouriço). Durante o cozimento é acrescentado sangue de porco e os temperos.

O sarrabulho é uma especialidade "difícil de fazer gostar a quem não é minhoto, bastando o fato de levar sangue para afastar grande parte dos curiosos." [1]

Rojões à moda do Minho

Outro prato dos mais tradicionais da região do Minho, Rojões à minhota é feito com carne de porco (sem osso, em geral, a perna), mas com gordura, marinada de véspera com vinho verde. Quase no final do cozimento acrescenta-se sangue de porco cozido cortado em fatias finas. Também são acrescentadas tripas esfarinhas cozidas à parte, além de fígado de porco. Como guarnição, é acompanhado de arroz de sarrabulho, batatas, castanhas ou arroz branco.

Caldo Verde

"O caldo verde está sempre presente nas ementas do Porto e da região minhota. Este caldo de batatas e couve verde de folha larga cortada finamente e regada com um fio de azeite é referenciado em vários livros de Camilo Castelo Branco".

Por acaso você já provou deste famoso vinho, saído direto da barrica. Trata-se de um privilégio reservado a poucos visitantes. Este e outros mais, o visitante descobrirá ao seguir os caminhos que levam ao Douro. Ver região Douro Litoral.

E para acompanhar estas deliciosas especialidades, o famoso Vinho Verde, vinho típico e exclusivo da região do Minho, cuja variedade de uva mais conhecida é a Alvarinho. Em Monção e em Melgaço - graças ao clima, ao solo e à experiência das gentes da terra - a casta Alvarinho dá o máximo dela e produz vinhos de excelente qualidade.